domingo, 17 de junho de 2012

A SOCIEDADE CAPITALISTA E AS CLASSES SOCIAIS

A sociedade capitalista é estratificada em classes sociais. Esse tipo de estratificação baseia-se na economia e na política.
As classes podem ser divididas de acordo com a posição dos indivíduos no processo de produção ou conforme a capacidade de consumo. Os indivíduos que ocupam as posições mais elevadas possuem acesso a todos os bens materiais e imateriais necessários à sobrevivência, já aqueles que ocupam posições menos elevadas possuem extrema dificuldade para ter acesso a esses bens.

CARACTERÍSTICA:

Existência de mobilidade social.


Classificação de acordo com posição no processo de produção:

Classe burguesa (alta, média e baixa)
Classe operária

Classificação conforme a capacidade de consumo:

Classe alta
Classe média
Classe baixa

ou

Classe A
Classe B
Classe C
Classe D
Classe E


EXPLICAÇÕES SOCIOLÓGICAS DAS CLASSES SOCIAIS

KARL MARX

Segundo Karl Marx as sociedades capitalistas são regidas por relações em que o capital e o trabalho são dominantes. Dessas relações emergem duas classes sociais: a burguesia que personifica o capital e o proletariado que personifica o trabalho assalariada. Além dessas classes sociais existe a classe média, que ora apoia a burguesia, ora apoia o proletariado.  Para Marx, o motor da história é a luta de classes. Para ele, a única classe capaz de promover a superação do capitalismo é o proletariado. Apenas esta classe poderá realizar a revolução, estabelecer a ditadura do proletariado (socialismo) e, a seguir, estabelecer uma sociedade sem classes(comunismo).

MAX WEBER

Para Max Weber, a estratificação da sociedade possui três dimensões: riqueza, prestígio e poder. Observa que alguns podem ter riqueza e não ter prestígio e poder; podem ter prestígio e não ter nem riqueza nem poder; e pode ter poder e não possuir riqueza e prestígio.
Neste sentido, classe é todo grupo humano que se encontra em igual situação de classe, ou seja que tem o mesmo acesso à riqueza, ao prestígio ou ao poder. Para ele, as lutas de classes não são o motor da história, mas uma manifestação para a manutenção da riqueza, do prestígio ou do poder em uma situação histórica específica.

OPORTUNIDADES E  ESTRATIFICAÇÃO

Alguns sociólogos norte-americanos como Kingsley Davis e Wilbert E. Moore consideram que na sociedade capitalista haverá possibilidade de ascensão social se for oferecida igualdade de oportunidades. Porém, alguns aproveitarão as oportunidades e outros não aproveitarão porque alguns possuem mais talentos do que outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário